Paris 2024: Brasil convoca cinco ciclistas para os Jogos Olímpicos

0
349

Foto: Marcelo Hernandez/Santiago 2023 via Photosport

A Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) definiu, nesta terça-feira (04), os cinco atletas que representarão o país nas disciplinas do ciclismo nos Jogos Olímpicos de Paris-2024. Paola Reis foi selecionada no BMX racing, Raiza Goulão e Ulan Galinski estarão no mountain bike e Tota Magalhães e Vinicius Rangel competirão na estrada. Além desses, o Brasil ainda pode garantir uma vaga no BMX freestyle park.

Todas as vagas do ciclismo não são nominais, ou seja, pertencem ao país e não ao atleta. Portanto, mesmo que um atleta tivesse obtido a vaga, ele só a ocuparia se atendesse aos critérios estabelecidos pela CBC anteriormente. No caso do BMX racing, Paola Reis confirmou a vaga obtida por ela mesma após ser campeã pan-americana no ano passado e estará presente em sua primeira edição olímpica.

Já na estrada, a vaga masculina foi obtida após o sexto lugar de Nicolas Sessler no Pan-Americano do ano passado. No entanto, o escolhido para ocupar a cota foi o jovem Vinicius Rangel, que compete pela Movistar Team. Já no feminino, a vaga veio através do ranking e ficou com Tota Magalhães, atual campeã brasileira e atleta da equipe Bepink, da Itália.

Por fim, no mountain bike, as vagas obtidas foram através dos rankings de nações. Cada naipe assegurou uma vaga. Raiza Goulão, que esteve na Rio-2016, ocupará a vaga feminina, venceu a concorrência interna de Karen Olímpio e ocupará a cota feminina. Enquanto isso, Ulan Galinski debutará em Olimpíadas sendo o atual 25º colocado do ranking mundial.

Mais sobre o ciclismo em Paris

As disputas do ciclismo em Paris-2024 ocorrerão entre 27 de julho e 11 de agosto. As provas de estrada serão em 27 de julho (contrarrelógio) e em 3 e 4 de agosto (corrida de rua masculina e feminina, respectivamente). O BMX Racing acontecerá nos dias 1º e 2 de agosto, enquanto o cross-country do mountain bike será em 28 e 29 de julho (feminino e masculino, respectivamente).

O Brasil não terá representantes na pista, mas ainda pode contar com um atleta no BMX freestyle park. Gustavo Batista, o “Bala Loka”, atualmente é o sétimo colocado do ranking mundial e pode obter uma vaga através do Pré-Olímpico, cuja última etapa acontecerá em Budapeste, na Hungria, entre 20 e 23 de junho. Na primeira etapa, ele foi o oitavo colocado. Há seis vagas em jogo.

Fonte: Olimpiada todo dia