sábado, 19/06/2021
Desenvolvido porspot_img

Últimas

Vôlei de praia: O paraibano Álvaro filho seguem em busca da medalha de ouro em Sochi

 

Após as rodadas desta sexta-feira (28.05), a dupla Alison e Álvaro Filho (ES/PB) seguem firmes na busca por medalhas na etapa de Sochi (RUS), evento de quatro estrelas do Circuito Mundial de Vôlei de Praia 2021. Eles entraram em quadra duas vezes, e garantiram um lugar nas oitavas de final. No entanto, as demais seis duplas brasileiras se despediram da competição.

Alison e Álvaro Filho (ES/PB) começaram o dia disputando a primeira colocação no grupo G, mas foram superados por Heidrich/Gerson (SUI) por 2 sets a 0 (17/21 e 19/21). Com o resultado eles precisaram jogar a repescagem contra Hendrik Mol/Berntsen, da Noruega. Vitória brasileira em dois sets diretos com parciais de 21/10 e 21/18.

Neste sábado (29.05), eles enfrentarão os atuais campeões mundiais Krasilnikov/Stoyanoviskiy, donos da casa, às 3h (hora de Brasília). A promessa de uma partida complicada não inibe Alison, que também já conquistou o título mundial duas vezes (2011 e 2015).

“Estamos vindo da repescagem e está sendo muito bom jogar aqui em Sochi. Jogar contra o time da casa é sempre diferente, principalmente um time forte, como eles, atuais campeões mundiais. Temos que descansar bastante hoje, fizemos dois jogos, eles fizeram um, e nós nos conhecemos bastante. É um time forte no saque, que gosta de jogar com a torcida, então precisamos ter muita concentração no passe e na virada de bola. Esperamos fazer um bom jogo”, comentou Alison.

As outras duas duplas do Brasil na disputa masculina não conseguiram avançar na fase de grupos. Guto e Arthur Mariano (RJ/MS) sofreram o revés contra os suíços Krattiger/Breer por 2 sets a 0 18/21 e 9/21), pelo grupo H. André e George foram superados por Gibb e Taylor Crabb (EUA), na segunda rodada do grupo F, por 2 sets a 1 (21/18, 24/26 e 13/15).

Ágatha e Duda chegam às quartas de final

Entre as mulheres as quatro duplas brasileiras não conseguiram seguir na disputa por medalhas. Ágatha e Duda (PR/SE) chegaram mais longe, nas quartas de final, quando foram superadas por Kholomina/Makroguzova (RUS) por 2 sets a 0 (19/21 e 19/21). Antes, nas oitavas, elas tinham vencido o duelo brasileiro contra Bárbara Seixas/Carol Solberg (RJ) por 2 sets a 1 (21/18, 15/21 e 15/11). Agatha e Duda iniciaram o dia com vitória na repescagem contra as polonesas Wojtasik/Kociolek por 2 sets a 0 (21/15 e 21/12).

Tainá e Victoria (SE/MS) venceram Lehtonen/Ahtiainen, da Finlândia, na repescagem, por 2 sets a 0 (21/19 e 21/18). Na rodada seguinte, elas foram superadas pelas russas Kholomina e Makroguzova, por 2 sets a 1 (24/22, 18/21 e 13/15). Já Talita/Taiana (AL/CE) sofreram o revés contra Stockman/Kolinske (EUA), logo no primeiro compromisso desta sexta-feira, por 2 sets a 0 (18/21 e 16/21).

Imagens: Álvaro Filho – Getty Images e texto CBV com Redação TV TORCEDOR

Últimas

Mais Lidas