O diretor do comitê médico da Fifa afirmou que o futebol não deve ser disputado até o início de setembro

0
1206
O presidente do Comitê Médico da Fifa, Michel D’Hooghe, pediu “paciência” para dirigentes e jogadores e disse que o futebol só deve retornar em setembro deste ano.
“Sou cético. Não devemos voltar a jogar antes do fim de agosto ou início de setembro. O futebol não é a coisa mais importante da vida”, disse o belga em entrevista à emissora britânica “Sky Sports”.
O médico afirmou que “ficaria contente de poder retomar as próximas temporadas sem outros problemas e seria ainda mais feliz de ver os campeonatos recomeçarem, mas é preciso evitar o retorno do vírus, o que não é impossível”. “Precisamos ser prudentes porque essa é uma questão de vida ou morte. Essa é a situação mais dramática desde a Segunda Guerra Mundial e não podemos subestimar isso. Temos que ser realistas”, finalizou.
A fala ocorre em um momento de indefinição dos torneios europeus de futebol – tanto nacionais como internacionais. Enquanto alguns países como os Países Baixos e a França anunciaram o cancelamento dos campeonatos, Itália, Espanha, Inglaterra e Alemanha discutem quando será possível retomar as competições – mesmo com os portões fechados. Até o momento, o novo coronavírus já infectou mais de três milhões de pessoas no mundo e matou 215 mil, segundo dados do Centro Universitário Johns Hopkins.(ANSA)
Fonte: Istoé