Início Notícias Jogadores do Tupi registram BO por ameças de torcedores na Série C

Jogadores do Tupi registram BO por ameças de torcedores na Série C

630
0

Juiz de Fora, MG, 29 (AFI) – Mais uma vez o extra-campo proporcionou cenas lamentáveis ao futebol brasileiro. Isso porque alguns jogadores do Tupi receberam no Whatsapp ameaça de torcedores para conquistar o tão sonhando acesso à Série B de 2016. Com a terceira melhor campanha do Grupo B na primeira fase, o clube mineiro está novamente nas quartas de final da Série C do Campeonato Brasileiro.

As ameaças vieram diretamente pelo celular dos jogadores e foram encaminhadas pelo clube à Polícia mineira. O clube e os jogadores, que por questão de segurança preferiram não se identificar, registraram Boletim de Ocorrência (BO) e agora voltam o foco exclusivamente ao confronto decisivo neste sábado com o ASA-AL, às 19 horas, no estádio Mário Heleno. A diretoria também garantiu que irá reforçar a segurança.

Jogadores do Tupi-MG registram BO por ameças de torcedores na Série C

Jogadores do Tupi-MG registram BO por ameças de torcedores na Série C

Na última temporada, o Tupi também chegou nas quartas de final da competição, mas caiu para o Paysandu, que mais tarde ficou com o vice-campeonato, perdendo para o Macaé. Na ocasião, o clube mineiro tinha feito melhor campanha na primeira fase, mas perdeu o primeiro jogo em Belém por 2 a 1 e, podendo decidir em casa, também vacilou e viu o Papão venceu por 1 a 0.

Os jogadores relataram aos dirigentes as ameaças recebidas após a derrota para o Brasil de Pelotas no último domingo, por 2 a 0 também no estádio Mario Heleno, em Juiz de Fora. A Polícia Militar (PM) foi até a sede social do clube, na Rua José Calil Ahouagi, no Centro da cidade, para conversar com os jogadores.

CONFIRA NA ÍNTEGRA A NOTA DO TUPI-MG SOBRE O CASO:

“Os atletas do Tupi Football Club vem a público repudiar atitudes tomadas por algumas pessoas que se dizem torcedores do Carijó. Após a partida do último domingo (27), através de seus telefones particulares, jogadores do Alvinegro de Santa Terezinha receberam ameaças de morte em caso de insucesso na busca pelo acesso à Série B do Brasileiro.

Diante da gravidade das ameaças, os atletas foram orientados a registrarem boletim de ocorrência para que o fato seja investigado. Isso foi feito na noite desta segunda-feira (28), quando o vice-presidente do Conselho Gestor, Cloves Santos, acompanhou um grupo de jogadores até um posto policial.

O assunto a partir da manhã desta terça-feira (29) estará entregue ao departamento jurídico do Tupi para que as providências cabíveis sejam tomadas. Os atletas não se pronunciarão sobre as ameaças, visto que agora a investigação para que os responsáveis por atos de tamanha gravidade sejam devidamente punidos cabe as autoridades competentes.

O foco de nossos guerreiros está voltado única e exclusivamente para a conquista da vaga na Série B do Brasileiro em 2016, cuja disputa com o Asa de Arapiraca começa no próximo dia 3 de outubro. Nossos atletas estão comprometidos em realizar esse sonho para o Tupi. Atitudes beligerantes de torcedores inconsequentes não contribuem em nada para que o clube conquiste o tão almejado acesso.

O grupo convoca os verdadeiros alvinegros de coração a coibirem tais atos e a, como sempre, estarem de corpo e alma ao nosso lado na partida de ida contra os alagoanos, no Estádio Municipal. Futebol é, antes de tudo, diversão e alegria, e de forma nenhuma pode estar atrelado à violência seja física ou psicológica. Nossos atletas são trabalhadores da bola, têm famílias e se dedicam todos os dias para darem alegrias ao nosso torcedor. Por isso, merecem respeito e apoio sempre. Afinal, somos todos carijós!”

Redação com por Agência Futebol Interior

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here