segunda-feira, 02/08/2021
Desenvolvido porspot_img

Últimas

Guia: Confira o perfil e datas de estreias dos atletas paraibanos nos Jogos Olímpicos de Tóquio

A Paraíba será representada por Álvaro Filho, que faz dupla com Alysson no Vôlei de Praia. Eles entram em quadra para encarar Azaad e Capogrosso, às 22h.

No sábado (24) será a vez de Edival Pontes Netinho, que disputa lutas de taekwondo, na categoria peso pena 68 kg. A luta está marcada para as 22h. O jovem paraibano briga por uma inédita medalha olímpica para o Brasil em Jogos Olímpicos.

Na sequência da programação dos Jogos de Tóquio, a paraibana Luana Lira disputa as provas de saltos ornamentais no trampolim de 3 m feminino, dia 30, às 3h.

Ainda no dia 30, tem estreia no lançamento de disco feminino, na fase de qualificação, quando a paraibana Andressa Morais disputa a primeira prova às 21h30.

No dia 2 de agosto tem provas de lançamento de dardo feminino, na fase de qualificação e a Paraíba será representada por Jucilene Sales de Lima, às 21h20.

Andressa Oliveira de Morais

Foto: Wagner Carmo/Divulgação

 

Natural de João Pessoa, nasceu no dia 21 de dezembro de 1990. Principais conquistas na carreira foram a medalha de ouro nos Jogos Sul-americanos de Cochabamba 2018 e tricampeã sul-americana (2011, 2017 e 2019). Ela vai competir em Tóquio na prova de lançamento do disco.

A atleta de 1,79 m, pesa 100 kg e representa o Esporte Clube Pinheiros (SP). Ela é treinada por Everton Luiz Ribeiro e Julian Mejías. Antes de se firmar na prova de lançamento do disco, Andressa se revezava entre as provas de arremesso de peso, lançamento de martelo e lançamento de disco, mas foi nessa última que a atleta obteve grande destaque, se classificando para os Jogos de Londres 2012 e Rio 2016.

Jucilene Sales de Lima

Jucilene (Foto: Reprodução/TV Correio)

 

Nasceu no 14 de setembro 1990, na cidade de Taperoá, Sertão da Paraíba. Ele disputa a prova de lançamento de dardo. As principais conquistas na carreira foram medalha de bronze nos Jogos Pan-americanos de Toronto 2015, além da prata nos Jogos Sul-americanos de Santiago 2014. Ele ainda foi vice-campeã sul-americana (2009).

Jucilene tem 1,74 m e pesa 74 kg. Ela representa o IEMA (SP), tendo como treinador João Paulo da Cunha. Jucilene foi recordista brasileira no lançamento de dardo desde 2014 e ainda colecionou bons resultados nas categorias de base. Em 2021, voltou a lançar mais de 61 metros após seis anos.

Luana Wanderley Moreira Lira

Luana Lira (Foto: Jonne Roriz/COB)

 

É natural de João Pessoa, nascida no dia 5 de março de 1996. Entre as principais conquistas na carreira está ser a campeã sul-americana de 2021. Ela vai disputar a prova de trampolim 3 m nos Saltos Ornamentais.

A atleta tem 1,58 m de altura e pesa 53 kg. Ela pertence ao Instituto Pro Brasil (DF), sendo treinada por Oscar Ramírez.

A atleta Luana Lira sonhava em ser ginasta, mas o clube em João Pessoa não oferecia treinos da modalidade. Foi então que um professor a convidou para os saltos ornamentais. Desde 2014, a atleta treina em Brasília.

Matheus Santos Carneiro da Cunha

Matheus Cunha (Foto: Lucas Figueiredo/Divulgação)

 

O atacante da Seleção Brasileira de Futebol de Campo, nasceu em João Pessoa no dia 27 de maio de 1999.

Ele tem 1,84 m e pesa 75 kg e nunca defendeu os clubes profissionais da Paraíba.

Atualmente pertence ao Hertha Berlim (Alemanha). O treinador é Pál Dárdai. Matheus Cunha é um dos principais destaques da seleção comandada por André Jardine, tendo sido artilheiro do Torneio de Toulon, em 2019, e do Pré-Olímpico, competição que garantiu o futebol brasileiro em Tóquio.

Aderbar Melo dos Santos Neto

Santos
Aderbar Santos (Foto: Reprodução/Instagram)

 

Conhecido apenas como Santos, o goleiro da Seleção Brasileira de Futebol de Campo é natural de Campina Grande, nascido no dia 17 de março de 1990. Ele tem 1,88 m e pesa 79 kg.

O goleiro Santos defende o Athletico (PR) e o treinador é António Oliveira. Ele deixou a Paraíba ainda garoto e nunca jogou pelos clubes do estado.

Melhor goleiro do Brasileirão 2019, Santos vai repetir o feito do antigo companheiro Weverton, que se destacou no gol do Athletico e acabou convocado para os Jogos Olímpicos como um dos três atletas acima de 23 anos.

Edival Marques Quirino Pontes

Edival Marques Quirino Pontes, Netinho
Edival Marques Quirino Pontes, Netinho (Foto: Reprodução/Instagram)

 

Netinho nasceu no dia 11 de dezembro de 1997.

Ele é o representante brasileiro no Taekwondo na categoria até 68 kg. Ele tem 1,87 m, pesa 68 kg e vai representar o Pro Team Taekwondo (SP), tendo como treinador Nicholas Pigozzi.

Netinho superou a falta de estrutura no início da carreira para conquistar todos os títulos possíveis na base: Sul-americano, Mundial Juvenil e Jogos Olímpicos da Juventude.

Agora, tenta repetir a dose na categoria adulta, já tendo no currículo o ouro no Pan de Lima, em 2019.

Álvaro Magliano de Morais Filho

Álvaro
Álvaro Filho (Foto: Arquivo/Jornal Correio)

Com um rosário de conquistas, o atleta disputa a prova de Vôlei de Praia. Natural de João Pessoa, ele nasceu em 27 de novembro de 1990. Tem 1,85 m e peso 85 kg.

Álvaro Filho forma dupla com Alison. Entre as conquistas estão ser vice-campeão Mundial (2013), medalha de prata nos Jogos Pan-americanos Toronto 2015, medalha de prata nos Jogos Sul-americanos de Praia Uruguai 2009. Álvaro Filho e Alisson são treinados por Leandro Brachola.

Álvaro gostava de jogar futebol na adolescência. Porém, mudou de esporte por influência do pai. A marca registrada é o chapéu de couro de cangaceiro, que costuma usar nas premiações de torneios internacionais.

Crédito: Redação TV TORCEDOR com informações de Franco Ferreira

IMAGEM: Greenk agência

Últimas

Mais Lidas