Time da Série C sugere parceria com Governo para sobreviver à COVID-’19

0
1448
Foto: Rafael Melo/Santa Cruz)
Sem ‘socorro financeiro’ vinda da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o Santa Cruz está atrás de receitas para conter a crise causada pelo novo coronavírus. A diretoria, então, sugeriu uma parceria com o Governo do Estado.
“O futebol movimenta muito a economia. Meu ponto de vista é que não se deveria doar, mas haver permuta. Que tipo de permuta poderia ser? Intermediado com o governo local, o clube se juntar ao potencial de cada cidade de Pernambuco que tenha sua relevância cultural e no turismo. A gente sabe que temos uma série de cidades na Zona da Mata Norte, Sul e Sertão que têm muita riqueza”, disse o vice-presidente Tonico Araújo, ao Diário de Pernambuco.
“Vai acontecer um novo momento pós-pandemia com relação ao turismo. O turismo internacional vai diminuir, e você vai passar a ter muito turismo local, interno. Então, nossa ideia é explorar muito isso. Você tem Bonito, as cachoeiras, Petrolina, o Vale do São Francisco, Porto de Galinhas, Caruaru. Então, nossa ideia é ver esse potencial como uma nova forma de negócio”, explicou.
IDEIA
A ideia do Santa Cruz é vender espaço na camisa, placas do Arruda e placar eletrônico para estampar pontos turísticos importantes do Estado. No entanto, ainda não obteve sinal positivo por parte do Governo e nem mesmo das prefeituras.

Futebol Interior