Início Notícias Sem jogar desde 2018, zagueiro paraibano Durval refuta aposentadoria e projeta retorno...

Sem jogar desde 2018, zagueiro paraibano Durval refuta aposentadoria e projeta retorno em 2020

399
0

Fora dos planos do Sport desde maio, o zagueiro paraibano Durval quer seguir com a carreira. Aos 39 anos, ele pretende, ao menos, disputar mais um estadual antes da aposentadoria. Longe dos holofotes e sem dar entrevistas desde que deixou o clube oficialmente, em julho, o defensor tenta manter a forma treinando de forma particular e dividindo os dias entre Cruz de Espírito Santo e Recife, onde mantém residência.

“Ainda não parei, não. Quero continuar jogando. Talvez um estadual, mas vou continuar ainda”, disse o zagueiro, que até pensou em parar após sair do Leão.

Se as entrevistas eram escassas quando atuava pelo Sport, após a saída do clube ficaram ainda mais raras. Discreto, Durval tenta evitar comentários sobre a saída da Ilha do Retiro e faz questão de falar que não guarda qualquer mágoa.

“Não tenho mágoa, não. Saí bem e está tudo bem. Não tenho mágoa nenhuma do clube”.

Sem jogar oficialmente desde setembro de 2018, Durval garante ter se recuperado da lesão no menisco do joelho, que o afastou dos gramados no início da temporada e prejudicou a renovação com o Sport.

“Estou recuperado da lesão no joelho. Tenho batido pelada aos domingos e agora está bom. Estou recuperado, sim. Também estou treinando em academia”.

Com o calendário do futebol nacional próximo do fim, Durval sabe que a contratação por clubes que estão disputando as Séries A e B é algo complicado. Sem propostas, o zagueiro acredita que poderá ter uma nova equipe no próximo ano e não faz restrição de local ou clube.

“Posso jogar por qualquer equipe, mas acredito que no ano que vem. Esse ano ainda não tive propostas, mas acredito que aconteça algo ano que vem”.

Carreira vitoriosa – Pelo Sport, Durval foi capitão de uma das maiores conquistas do clube, a Copa do Brasil de 2008. Ao todo, o atleta disputou 472 jogos e marcou 33 gols. Ele ainda conquistou seis Estaduais, uma Copa do Nordeste e quatro taças Ariano Suassuna, mas a carreira do zagueiro não se resume ao Rubro-negro pernambucano.

Jogando pelo Santos, Durval colecionou títulos: três Estaduais, uma Copa do Brasil, uma Libertadores e uma Recopa Sul-Americana. Com a camisa do Santos, Durval chegou a ser convocado para defender a seleção brasileira, no Superclássico das Américas em 2012.

Além de Sport e Santos, Durval defendeu o Athlético-PR, onde chegou a ser vice-campeão da Libertadores, em 2005, ano em que conquistou o Paranaense; Botafogo-PB, clube pelo qual venceu o Campeonato Paraibano, em 2003, e Brasiliense, por onde ganhou o Brasileiro da Série B, em 2004, e o Estadual, no mesmo ano.

As informações e foto são do GE.

 

_
Portal WSCOM

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here