Elenco da Raposa se reapresenta e direção pede explicação a equipe sobre derrota na estreia da Série D.

0
534
Foto: Ascom Campinense

O dia hoje será de muita reunião e explicação para os jogadores e comissão técnica do Campinense, na reapresentação da equipe, após a desastrosa derrota, de virada, para o Atlético de Carpina, na estreia da equipe na Série D. O péssimo segundo tempo da Raposa ainda repercutiu, e muito, ontem na imprensa e entre os torcedores rubro-negros. A pergunta que não quer calar é o que aconteceu com a equipe? Esta não é a primeira vez que o Campinense estreia com derrota na Série D, mas nunca para um adversário tão fraco.

O Atlético é formado, na sua maioria, por atletas sub-21. O elenco está treinando há apenas 15 dias. O clube não vencia há 16 jogos, e foi lanterna e rebaixado do Campeonato Pernambucano. No jogo de domingo, até o ônibus da equipe quebrou, e os jogadores chegaram no estádio com 35 minutos de atraso, e sequer fizeram um aquecimento correto para entrar em campo.

Parte da imprensa de Campina Grande comenta que há uma insatisfação dentro do clube. Alguns jogadores demonstram estar irritados com algo, mas negam nas entrevistas que exista alguma coisa nos bastidores. A direção assegura que o pagamento está rigorosamente em dia, e que não há motivos para insatisfações. Para o técnico Ailton Silva, a equipe não poderia ter permitido uma virada, após estar vencendo por 3 a 1, uma equipe muito inferior tecnicamente.

“Nós vencíamos tranquilamente por 3 a 1, e bastava administrar o resultado, explorando o desespero do adversário. Foram muitas falhas individuais no setor defensivo, que foram bem aproveitadas pelo adversário. O futebol às vezes não perdoa os erros”, disse o treinador.

Indagado se o problema é a falta de bons jogadores, e se o clube necessita de reforços, Ailton desconversou. “É muito cedo ainda para pensarmos em este tipo de coisa. Vamos conversar com a equipe, tentar corrigir os erros apresentados, e nos preparar melhor para o segundo jogo da competição, domingo contra o Itabaiana, no Amigão”, afirmou.

O adversário do Campinense no próximo jogo também não estreou bem. O clube foi goleado, em casa, pelo Fluminense de Feira de Santa, por 4 a 1. A partida de domingo é decisiva para as duas equipes, que almejam a classificação. O Fluminense vai pegar o fraco Atlético, na Bahia, e é amplo favorito para somar mais 3 pontos, e se isolar na liderança do grupo.

Para a partida do próximo domingo, o técnico Ailton Silva terá um retorno importante, o zagueiro Joécio, que não pôde jogar em Carpina, porque tinha problemas com a documentação. “Eu espero que isto seja resolvido, e que ele possa atuar ao lado de Paulo Paraíba, para melhorarmos o setor defensivo”, disse o treinador.

PB Agora