Início Notícias Promotor Do MP Veta Quase Todos Os Estádios Da Paraíba

Promotor Do MP Veta Quase Todos Os Estádios Da Paraíba

328
0

O Campeonato Paraibano da Primeira Divisão 2020 será disputado por dez times representantes de seis cidades: João Pessoa, Campina Grande, Cruz do Espírito Santo, Patos, Cajazeiras e Sousa. Mas, apenas um estádio está liberado para receber jogos oficiais, o Marizão, na cidade de Sousa. A informação foi dada ontem pelo Promotor de Justiça, representante do Ministério Público da Paraíba, Valberto Lira.

De acordo com o Promotor, Valberto Lira, que também é presidente da Comissão de Combate a Violência nos Estádios de Futebol da Paraíba, a comissão deve publicar, na próxima semana, uma nota técnica, onde serão estabelecidas as exigências, para todos os locais que poderão ser utilizados para jogos da competição.

Valberto Lira tem viagem marcada para Brasília-DF, onde vai participar, amanhã e quinta-feira de reuniões com promotores de todo Brasil, para discutir o assunto relacionado com as condições dos estádios brasileiros. “Os estádios Almeidão, em João Pessoa; Amigão, em Campina Grande; e Perpetão, em Cajazeiras, não têm projeto sequer de prevenção, combate a incêndio e pânico”, afirmou o Promotor, Valberto Lira.

Com as declarações, o promotor Valberto Lira, recoloca à tona um grande problema de todos os anos quando se trata de regularizar as condições dos estádios de futebol da Paraíba. Além disso, o representante do MP deixa os dirigentes dos clubes e torcedores preocupados. Com as afirmações, do promotor, até as principais praças de esportes do Estado estão sem condição de receberem os jogos do Campeonato Paraibano do próximo ano.

O Campeonato Paraibano será disputado por Treze, Campinense, Perilima e Sport Lagoa Seca, que devem utilizar os estádios Amigão e Presidente Vargas, como mandantes, em Campina Grande. O Atlético manda seus jogos no estádio Perpetão, em Cajazeiras. Botafogo e CSP têm como local para mando de campo, o estádio Almeidão, em João Pessoa. O Nacional de Patos é mandante no estádio José Cavalcante, em Patos.

Enquanto que, São Paulo Crystal não teria estádio para mandar seus jogos, a preço de hoje, já que, o Carneirão, em Cruz do Espírito Santo, não passaria no crivo do Ministério Público. Pelo menos, é o que, recomenda o promotor Valberto Lira, garantindo que “o Carneirão carece de algumas reformas, principalmente, para a realização de jogos do São Paulo, contra os considerados times grandes, como Botafogo, Treze e Campinense”, disse o promotor, Valberto Lira.

Soesporte

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here