Projeto Virando o Jogo abre novas vagas nos Centros Sociais Urbanos

0
275

Foto: Divulgação

Os Centros Sociais Urbanos (CSU) de João Pessoa iniciaram, na última semana, o projeto “Virando o Jogo”. As atividades estão acontecendo nas unidades do CSU Rangel, Geisel e no Centro de Atividades e Lazer Padre Juarez Benício (Cejube). A grande novidade é que, devido à procura, o projeto foi ampliado para os municípios de Santa Rita e Itabaiana.

O projeto inicialmente disponibiliza a modalidade de futebol de campo, que visa, além de estimular a prática esportiva entre crianças e adolescentes, promover a formação cidadã.
De acordo com a Gerência Operacional dos Centros Sociais Urbanos, da Secretaria do Estado de Desenvolvimento Humano (Sedh), serão 70 vagas disponíveis para o sexo masculino e feminino nas categorias – SUB 9, SUB 11 e SUB 13.

Em Santa Rita e Itabaiana, as inscrições já começaram e as aulas terão início na segunda semana de junho. É necessário que a criança tenha idade mínima de nove anos, levar cópia da certidão de nascimento dela e uma foto 3X4 e a cópia da identidade do responsável.

Para a gerente operacional dos Centros Sociais Urbanos, Marília França, o projeto está sendo cada vez mais procurado devido à importância do esporte na vida de uma criança. “O início das atividades do projeto Virando o Jogo possibilita à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano oportunizar o acesso ao esporte a crianças e adolescentes do nosso Estado, garantindo a participação e efetividade do direito à convivência familiar e comunitária”, enfatizou.

Na capital, as atividades retornaram nas unidades com cerca de 250 crianças e adolescentes inscritos no Cejube (Segundas e Quartas-feiras, das 08h às 10:30h), CSU Rangel (Terças e Quintas, das 14h às 17h) e CSU GEISEL (Terças e Quintas, das 14h às 17h).

Para maiores informações, os interessados podem ligar para o telefone (83) 3133-4068 ou o e-mail [email protected].

Os Centros Sociais Urbanos (CSU), pertencentes à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano (Sedh), são espaços onde se promovem atividades socioeducativas, cursos de capacitação, entre outras ações, com o objetivo de contribuir para a melhoria das condições de vida da população que está em situação de vulnerabilidade social (crianças, adolescentes, adultos e idosos).