Início Notícias Juiz proíbe candidatura de empresário à presidência do Campinense Clube.

Juiz proíbe candidatura de empresário à presidência do Campinense Clube.

461
0
Foto: Paraibaonline

O juiz Audrey Kramy Araruna Gonçalves, da 4ª Vara Cível de Campina Grande, reconsiderou decisão anterior e considerou Carlos Gonzaga de Amorim como inapto para concorrer à presidência do Campinense Clube.

No cerne da questão está a cessão de um título de sócio do Clube de José Bernardino da Silva Neto para Carlos Gonzaga (foto), em 2011, procedimento não aceito pelo clube, o que, por conseguinte, inabilita Carlos Gonzaga à disputa sucessória, por não se enquadrar legalmente na condição de sócio.

Em decisão inicial foi concedida a tutela de urgência, determinando que o promovido (Campinense Clube) acolha a transferência do título do promovente, sob pena de multa diária.

Em petição posterior, segue relatando o juiz em sua decisão, o clube promovido apresentou pedido de reconsideração e juntou novos documentos, ao mesmo tempo que informou o manejo de Agravo de Instrumento.

“Diante dos fatos esclarecidos pelo Clube promovido em suas razões externadas na petição de Agravo de Instrumento de Id n.º 10836227, é de ser reconsiderada a decisão de Id n.º 10615045”, assinala o magistrado em seu despacho.

“Conforme se depreende do Id n.º 10555626, o promovente está inadimplente com o clube desde o ano de 2013, portanto, há quatro anos, sendo as mensalidades em dia condição para transferência de um título. E ainda que fosse possível reconhecê-lo como sócio, essa inadimplência, por si só, o impediria de pleitear o cargo almejado, a teor do art. 25 do Estatuto, onde se traz que é obrigação do sócio patrimonial obrigar-se aos pagamentos devidos”, segue o juiz.

– Isto posto, pelos fatos e fundamentos acima expostos, reconsidero a decisão de Id n.º 10615045, tendo em vista que o promovente não detém os requisitos previstos no Estatuto do Clube para ser considerado sócio, não detendo, assim, os requisitos para concorrer à presidência do clube promovido – concluiu o juiz.

 PB Online

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here