Desenvolvido porspot_img

Últimas

Edina Alves Batista se torna árbitra com mais jogos na história da Série A

Nenhuma mulher comandou mais jogos na Série A do Campeonato Brasileiro do que Edina Alves Batista. Árbitra principal de Chapecoense x Bahia, na manhã de domingo (4), Edina chegou à marca de 19 jogos na elite do futebol brasileiro, ultrapassando Silvia Regina, que teve 18 partidas.

“Para mim, é um sonho. Eu sonhava em apitar um jogo da Série A do masculino. Sempre pedi e trabalhei para isso, desde o momento em que, em 2014, o professor Sérgio Corrêa me deixou seguir meu coração e ser árbitra central”, disse Edina após a partida, antes de falar sobre a sensação de ter tantas oportunidades no Brasileirão:

“Em 2019, tive a graça de trabalhar em um jogo da Série A. E hoje estou aqui realizando meu maior sonho, que é estar dentro do campo do jogo. Cada escala que passa é uma vitória, por poder estar aqui dentro, fazendo o que eu amo”.

O recorde de Edina vem apenas dois anos depois de sua estreia na Série A do Campeonato Brasileiro. Em 2019, ela debutou durante o jogo entre CSA e Goiás, no Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL).

O seu 19º jogo foi bem representativo: Edina completou o recorde ao lado de outras três mulheres, que vivem o mesmo sonho que ela. Árbitra central em Chapecoense x Bahia, ela fez parte de uma equipe completamente feminina, com as auxiliares Neuza Back e Leila Naiara e a quarta árbitra Charly Wendy.

“A gente sempre quer isso, que tenham muitas mulheres apitando. A gente quer também que a arbitragem, tanto masculina quanto feminina, receba mais respeito, em todas as áreas, dentro e fora de campo, com menos preconceito, homofobia, assédio. Respeitando sempre o ser humano, acima de tudo”, declarou Edina.

Em Chapecoense x Bahia, Neuza Back recebe homenagem por 100 jogos na Série ANeuza Back e Edina Alves: dupla irá participar dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020
Créditos: Liamara Polli/CBF

 

ASSESSORIA CBF

Últimas

Mais Lidas