Detran abre Semana Nacional de Trânsito na Paraíba

0
290

Foto: Divulgação/Secom-PB

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PB) deu início, na sexta-feira (15), à Semana Nacional de Trânsito na Paraíba. A solenidade de abertura oficial aconteceu no auditório da Escola de Serviço Público (Espep) e foi presidida pelo superintendente do Detran-PB, Isaías Gualberto. O evento contou com a participação de representantes das forças de segurança no Estado, bem como de diretores e servidores do órgão.

Além do superintendente, a mesa foi composta pelo comandante geral da Polícia Militar, coronel Sérgio Fonseca; pelo representante da Polícia Rodoviária Federal na Paraíba, Fábio Ramalho; pelo secretário de Administração Penitenciária, João Alves; pela superintendente regional da Polícia Civil, Sileide Azevedo; pelo representante da Superintendência de Mobilidade Urbana de João Pessoa, Sanderson Cesário; pelo secretário de Mobilidade Urbana de Cabedelo, Inácio Morais, e pelo presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Detran-PB (Sindttran), José Vieira.

No início da solenidade, a coordenadora de Educação para o Trânsito do Detran-PB, Ariana Nogueira, desejou que o momento seja de reflexão em torno de transformar o trânsito em um lugar mais humano e seguro. Na ocasião, ela homenageou os servidores da Operação Lei Seca, Gisele Araújo e Mailson Soares, em nome de todos os agentes da autoridade de trânsito da Paraíba.

No seu discurso, o superintendente Isaías Gualberto saudou a todos e agradeceu principalmente aos servidores do Detran pelo trabalho exemplar que vêm realizando, dando frutos e servindo de referência regional e nacional a outros órgãos de trânsito. Sobre as ações em torno da SNT, afirmou que “estamos de mãos dadas para fazermos um trabalho conjunto de conscientização, mas se a Imprensa não divulgar e a população não se conscientizar será em vão. Porém, se a gente conseguir mudar a atitude de uma família do interior, já valeu a pena todo o esforço dos órgãos envolvidos”.

Isaías Gualberto ainda agradeceu a parceria dos órgãos de trânsito de João Pessoa e de Cabedelo, além da BPTran e PRF, dizendo que o Detran se antecipou quanto à unificação das competências agora aprovada, com o propósito de combater o grande número de vítimas de motociclistas, que representa 80 por cento do atendimento nos hospitais de traumas da capital e de Campina Grande, causando um enorme prejuízo às famílias e à cadeia produtiva do país.

O coronel Sérgio Fonseca lembrou do período em que atuou no Detran, à frente da Operação Lei Seca, e destacou que a Semana Nacional de Trânsito é de extrema relevância. “Ela tem a finalidade de conscientizar a população para atingir a redução de acidentes no nosso estado. É o momento de aumentarmos a fiscalização, as campanhas educativas e, como especialistas em segurança de trânsito, temos que compreender a relevância em manter as nossas vias mais seguras, preservando vidas. As ações podem contribuir para essa redução. Temos a certeza que iremos desempenhar um papel vital”.

O secretário João Alves falou da sua satisfação de participar do evento, “haja visto que meu primeiro emprego público foi no Detran”. Ele destacou a necessidade urgente de melhorar os índices de sinistros e mortes no trânsito. “Vamos evoluir para que tenhamos menos vidas ceifadas. Por isso, este é um evento bastante importante, que devemos divulgar e conscientizar as pessoas. Mas essa consciência deve ser permanente, inclusive dentro de nós. E, enquanto policias, sabemos a quantidade de ocorrências por crimes de trânsito. Portanto, precisamos seguir preservando vidas”.

Já a superintendente regional da Polícia Civil, delegada Sileide Azevedo, enfatizou que “é muito relevante para nós, que compomos as forças de segurança deste estado, participar de evento tão necessário. Temos grande responsabilidade de levar adiante uma campanha tão importante, resultado dos trabalhos de muitas mãos, para que juntos possamos diminuir os acidentes de trânsito no nosso estado”.

Fábio Ramalho, representante da PRF, conclamou a todos que trabalham com o trânsito para contribuir de alguma forma com a redução de acidentes. “Que este não seja só mais um evento. Todos nós podemos contribuir, desde a nossa casa e nos nossos percursos. Nós da PRF estamos felizes em ver que essas ações estão indo para o interior, com maior fiscalização contra o transporte de crianças em motos, por exemplo. Ratifico o nosso empenho em João Pessoa e em toda a Paraíba. Que a Semana Nacional de Trânsito desperte em cada um de nós a vontade de contribuir e fazer o melhor”.

Sanderson Cesário, diretor de Operações da Semob-João Pessoa, disse que amanheceu o dia nas TVs da capital, falando sobre as imprudências que os condutores de veículos insistem em cometer na cidade. “Temos uma indústria de infrações e não de multas, como alguns costumam reclamar, cometendo infrações de trânsito e colocando em risco as vidas das pessoas. Já registramos mais de 150 mil autos de infrações de trânsito este ano. Estamos falando de fiscalizações em bairros nobres da capital. De cada 10 motociclistas abordados, 50% não têm CNH. As pessoas estão brincando no trânsito”.

O secretário da Semob de Cabedelo, Inácio Morais, saudou a todos pela realização do evento, para trazer à tona o grande número de mortes no cotidiano do trânsito. “Vamos continuar com nossa luta diária, para conscientizar as pessoas de que as ruas não são vias de competição entre os condutores. Por isso, nossos agentes sempre passam a mensagem de que é importante que todos voltem pra casa em segurança. Vamos nos unir e somar esforços nessa luta”.

José Vieira, presidente do Sindttran, também destacou a importância da SNT, que envolve todos os órgãos de trânsito da Paraíba e do Brasil. “Gostaria de parabenizar as equipes do Detran e todos os órgãos e que esta não seja só uma semana, mas que as ações permaneçam para que possamos diminuir as mortes no trânsito”. Ele ainda ressaltou o trabalho dos agentes da Lei Seca e da Direção do Detran-PB.
O evento foi encerrado com as palestras do agente de trânsito Wilham Alves, sobre o tema da SNT, “No trânsito, escolha a vida!”, e do professor Deusimar Guedes, sobre “A importância do equilíbrio emocional dos agentes de trânsito em meio às tensões nas blitzen da Lei Seca