Da fratura no fêmur ao ouro olímpico: Paraibano Douglas Santos, do Zenit, lança documentário

0
262

Douglas Santos teve a sua história contada em documentário — Foto: Divulgação

O lateral-esquerdo e capitão do ZenitDouglas Santos, lançou o documentário “A Vitória na Fé” neste sábado (8). O média-metragem conta a história de superação do paraibano campeão olímpico em 2016, que retrata a jornada desde a adolescência, quando uma fratura no fêmur ameaçou a chance de continuar jogando futebol, até os momentos de glória nos gramados.

Com depoimentos emocionantes, o documentário revela a força de vontade e a fé inabalável que guiaram Douglas Santos em sua trajetória rumo ao sucesso. Em um dos trechos do filme, ele ressalta a importância da gratidão em sua vida e o papel fundamental que a fé teve em sua recuperação e ascensão no futebol.

— Muitas vezes a gente acha fácil agradecer, mas a gente vê no mundo que poucas pessoas agradecem. A palavra gratidão me define. Desde o Náutico que fui caminhando depois de uma lesão, sempre fui grato a Deus pela lesão que tive, não no momento, por a gente ser carne, mas depois que tudo acontece entende o propósito de Deus em nossas vidas. Só tenho que agradecer a Deus por Ele ter me escolhido, ter me colocado em lugares que jamais imaginaria chegar e ter uma família maravilhosa — disse Douglas Santos, em um trecho do documentário gravado em São Petersburgo, na Rússia.

Douglas Santos na Olimpíada do Rio 2016 — Foto: Reprodução/TV Globo

Douglas Santos na Olimpíada do Rio 2016 — Foto: Reprodução/TV Globo

Filmado em locações no Brasil e na Rússia, “A Vitória na Fé” mostra os desafios enfrentados por Douglas Santos, as conquistas alcançadas e a importância de parentes e amigos, que assistiram ao documentário no cinema em João Pessoa, cidade natal do jogador, e agora está disponível para o público.

— Começamos a produção desse documentário em setembro do ano passado. Passamos por João Pessoa, Recife, Belo Horizonte e São Petersburgo, além de São Paulo, colhendo vários depoimentos. Foi uma honra contar essa linda história. Acompanho Douglas desde a ascensão dele no Náutico em 2013, quando foi convocado para Seleção pela primeira vez. A gente buscou trazer o retrato de uma história vitoriosa, atuando também por Atlético-MG, Hamburgo, da Alemanha, e agora no Zenit, mas que também teve sofrimento lá atrás com uma grave lesão, que muitos não sabem. Muitas pessoas só veem o sucesso atual, mas não imaginam o que aconteceu até chegar a ele — concluiu o produtor executivo de “A Vitória na Fé”, o jornalista Lucas Barros.

Bastidores do esportes