Início Notícias Coronavírus: CBF quer calendário que não afete 2021 e preserve estaduais

Coronavírus: CBF quer calendário que não afete 2021 e preserve estaduais

126
0

Com todas as competições suspensas em meio à pandemia do coronavírus, clubes e CBF debatem os rumos do calendário do futebol brasileiro, sem data para retomar atividades. O futuro é incerto e dependerá de quando o retorno ocorrer, mas há bases já encaminhadas: as datas não devem invadir a temporada 2021, que será plenamente preservada; quando a bola voltar a rolar este ano, a prioridade será concluir os estaduais e a Copa do Brasil.

O calendário 2021 já envolve acordos fixos com patrocinadores e as emissoras transmissoras em torno do número de datas e período das competições. Por isso, qualquer iniciativa de adaptação ao calendário europeu, com uma temporada invadindo o próximo ano, traria prejuízos a todos os envolvidos – na interpretação da entidade – e necessidade de ajustes radicais.

Por questões políticas e pelo fato de terem sido paralisados quando estavam perto da reta final, os estaduais serão preservados. A CBF tem tranquilizado os presidentes das federações e afirmado que a prioridade é concluir as competições que já estão em andamento.

Brasileiro pode sofrer consequências: mata-mata não agrada

Com a estratégia de preservar os estaduais e não invadir 2021, um eventual corte pode atingir o Campeonato Brasileiro, marcado para começar no primeiro final de semana de maio (dias 2 e 3). Há várias opções em estudo sobre a mesa, como versões com 19 datas (um turno único de pontos corridos) ou 24, que poderia abrir espaço para mata-mata. A mudança esse formato, entretanto, não agrada à cupula da CBF.

O destino do Brasileirão irá depender da duração da paralisação do futebol. Em um caso mais drástico, com retorno apenas no segundo semestre, pessoas próximas à entidade não descartam nem mesmo o cancelamento do torneio. O mês de agosto é considerado um limite para o início do torneio.

Os clubes participam da discussão, e estão avisados sobre a possibilidade de uma pré-temporada de dez dias ou menos. Em reuniões entre CBF e clubes, não está descartada a possibilidade de realizar jogos até a véspera de natal, com a temporada 2021 começando imediatamente após o ano novo.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here