Amanda Nunes finaliza Miesha Tate e é campeã no UFC

0
606

Amanda Nunes massacrou e finalizou Miesha Tate para ser a primeira brasileira campeã no UFC

O Brasil começou o sábado sem nenhum cinturão, mas deixa o UFC 200 com dois. Depois de José Aldo ficar com o título interino dos penas, Amanda Nunes chocou boa parte do mundo, finaizou Miesha Tate ainda no primeiro round e se sagrou campeã feminina dos galos. E mais: se tornar a primeira mulher do país a chegar ao topo na principal competição de MMA do mundo.

Onze homens diferentes do Brasil já foram donos de cinturão no UFC – contando o título interino de Rodrigo Minotauro. Entre as mulheres, porém, o país ainda não havia conseguido ter sucesso. Mas vale ressaltar que há apenas duas categorias femininas, uma criada em 2012 e outra em 2014. Isso sem falar em Cris Cyborg, umas das melhores do mundo, mas ‘prejudicada’ por não existir sua divisão de peso no Ultimate – ela, hoje, é campeão do Invicta, que pertence aos mesmos donos do UFC.

“Todo lutador tem a chance de mudar a sua maneira de lutar. Eu sou esse tipo de lutadora, sempre tive que buscar alternativa para que as coisas acontecerem na minha vida. A Miesha é uma lutadora muito forte, todos sabem disso. É para você, vó. Estou voltando aí. Há um ano não vejo minha família, mas estou voltando para o Brasil e levando isso (cinturão) comigo”, disse a brasileira, ainda no octógono.

A expectativa, agora, é para uma luta e tanto para a brasileira: Ronda Rosey. A ex-campeã não luta desde que perdeu o título em novembro do ano passado, mas tem o retorno especulado para o fim deste ano – ainda mais com um card histórico agendado para Nova York em novembro deste ano.

Veja TODOS OS RESULTADOS do UFC 200

CARD PRINCIPAL
Amanda Nunes venceu Miesha Tate por finalização aos 3min16s do primeiro round e conquistou o cinturão do peso galo feminino
Brock Lesnar venceu Mark Hunt na decisão unânime dos jurados (29-27, 29-27 e 29-27)
Daniel Cormier venceu Anderson Silva na decisão unânime dos jurados (30-26, 30-26 e 30-26)
José Aldo venceu Frankie Edgar na decisão unânime dos jurados (49-49, 49-46 e 48-47) e conquistou o cinturão interino do peso pena
Cain Velasquez venceu Travis Browne por nocaute técnico aos 4min57s do primeiro round

CARD PRELIMINAR
Julianna Peña venceu Cat Zingano na decisão unânime dos jurados (29-28, 29-28 e 29-28)
Kelvin Gastelum venceu Johny Hendricks na decisão unâninme dos jurados (29-28, 30-27 e 30-27)
T.J. Dillashaw venceu Raphael Assunção na decisão unânime (30-27, 30-27 e 30-27)
Sage Northcutt venceu Enrique Marin na decisão unânime dos jurados (29-28, 29-28 e 29-28)
Joe Lauzon venceu Diego Sanchez por nocaute técnico a 1min26s do primeiro round
Gegard Mousasi venceu Thiago Marreta por nocaute aos 4min32s do primeiro round
Jim Miller venceu Takanori Gomi por nocaute técnico aos 2min18s do primeiro round

ESPN Brasil